Rondônia, Hoje é

GRAÇAS A JIRAU: Entrega da ponte do Madeira só foi possível com doação; dinheiro havia acabado

Postado Dia maio 18th, 2021


A entrega da ponte sob o rio Abunã, que interliga a BR-364 em Porto Velho (RO) ao estado do Acre por via terrestre, foi uma vitória para a população local que sofria com antigas balsas para cruzar a rodovia.

Porém, um fato interessante é que a nalização dessa obra, que é tão disputada entre os militantes políticos para saber quem é o pai, só foi possível por conta de um aporte nanceiro dado como forma de compensação socioambiental de 14.136.929,92 (quatorze milhões cento e trinta e seis mil novecentos e vinte e nove reais e noventa e dois centavos) pelo consórcio da usina de Jirau.  De acordo com o Superintendente do DNIT em Rondônia, André dos Santos, o dinheiro havia acabado então eles decidiram buscar o contato dos representantes do consórcio Jirau em forma de compensação pela cheia histórica do rio Madeira em 2014 que deixou o estado do Acre isolado. 

Sem agradecimentos

O dinheiro foi entregue, porém nenhum agradecimento por parte das autoridades politicas foi realizado durante a badalada cerimonia de entrega da ponte feita pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (SEM PARTIDO). Por parte de Jirau também não houve muito destaque há essa ação de benfeitoria que nalmente entregou a tão desejada ponte. O consórcio Jirau passou despercebido, mesmo tendo sido protagonista no processo nal da obra. 

Nem a usina de Jirau e nem os responsáveis da Arteleste Construtora, responsável pela nalização da obra, responderam à reportagem sobre os detalhes dessas transações.

Rondoniaovivo

 

banner 2pe